Seis Propostas Para o Próximo Milénio

A 6 de Junho de 1984 Italo Calvino foi oficialmente convidado pela Universidade de Harvard a realizar as “Charles Eliot Norton Poetry Lectures”. Trata-se de um ciclo de seis conferências que decorrem ao longo de um ano lectivo na Universidade de Harvard em Massachusetts. Em “Seis Propostas para o Próximo Milénio”, Calvino reúne cinco das seis conferências, através das quais propunha a longevidade de determinados valores literários para o próximo milénio: leveza, rapidez, exactidão, visibilidade, multiplicidade e consistência; contudo morreu antes de escrever a última conferência sobre a consistência.

O autor começa por nos falar do valor “leveza” pois considerava este, um valor essencial na sua actividade de escritor. A “leveza” caracteriza-se na sua obra sobretudo por uma subtracção de peso às personagens e à própria estrutura narrativa. Segundo Calvino, a vida contemporânea caracteriza-se pelo inelutável peso de viver: a mísera condição humana que nos deixa reprimidos, frustrados e muitas vezes desesperados, pois “tudo o que avaliamos na vida como “leve”, não tarda a revelar-nos o seu verdadeiro peso, insustentável.” (Milan Kundera em A Insustentável Leveza do Ser) Assim sendo, a leveza aparece-nos como uma nova maneira de contemplar o mundo e a vida, como um manto suave e sublime que cobre de ouro a desesperante constatação final que vem do viver: a morte. Este valor adequa-se à literatura (expressão volátil artística da vida), devendo o autor ser capaz, através de diversos elementos literários (como a sintaxe, figuras de estilo, orientações da narrativa, etc) de fazer com que o leitor experimente no máximo a sensação etérea de sobrevoar (extrapolar) levemente sobre o breu da vida.

Na segunda conferência, Calvino elucida-nos sobre a “rapidez”, esta que diz respeito às contracções e dilatações do tempo que acontece na narrativa. Num texto provido desta característica, o estilo literário ágil e conciso abre espaço para a imaginação e divagação, transportando tanto o autor como o leitor para outras dimensões onde a suavidade do ser nunca passa e o é eternamente. A rapidez, segundo Calvino está mais relacionada com a agilidade do pensamento, do que com o encurtamento do próprio texto assim sendo, pressupõe-se uma condensação em menos linhas e palavras, de uma ideia ou pensamento complexo, permitindo uma leitura rápida e no entanto super intensa a nível de significados.

Dando continuidade à sua obra, o autor apresenta-nos numa terceira conferência um outro valor que assume como essencial à literatura no próximo milénio: a “exactidão”.  A exatidão caracteriza-se por uma boa definição do projecto da obra; pela evocação de imagens visuais nítidas e incisivas assim como por uma linguagem precisa capaz de traduzir o pensamento ardente do seu autor fielmente. A “visibilidade”, tema da quarta conferência, é um valor que está de certa forma interligado com a exactidão e que relaciona-se com os processos imaginativos e com a expressão e interpretação “exacta” desses mesmos processos. Cabe ao escritor passar o seu imaginário de forma clara e concisa ao leitor, fazendo com que este expanda o seu intelecto e faça hiperligações com referências já antes estabelecidas na sua memória.

Por fim, a última conferência dedicou-se à multiplicidade, esta que é apresentada como uma nova forma de observar o romance: de forma enciclopédica. O romance deve expandir o nosso conhecimento e a nossa rede de ligações, sendo um híper-romance. Calvino, ao longo destas conferências deixa-nos transparecer a sua preocupação com os novos meios de comunicação, e o papel do livro perante tal evolução tecnológica. Afirmando sempre o papel importante do livro impresso, Calvino alerta os escritores contemporâneos para uma mutação e de certa forma alteração dos costumes relativamente a novas maneiras de adquirir informação. É curioso como todos os valores essênciais escolhidos por Calvino, são valores que bem assentam na definição da nova era da comunicação, a Era Digital. Uma comunicação que é leve na essência dos bits de computador, rápida na maneira do seu processamento de informação; exacta e precisa no que diz respeito à sua compreensão e assimilação, assim como enciclopédica e visível a quase todos.

Nos cinco discursos, está sempre presente o desejo de conjugar a clareza e a precisão da linguagem às múltiplas e complexas alternativas oferecidas pelas estruturas narrativas. Quase três décadas após tais discursos, a relevância das lições de Calvino é reforçada pelas novas possibilidades trazidas pelos meios de comunicação digitais que agregam na sua essência novos sentidos às propostas do autor italiano e que podem ajudar a entender quais são, afinal, os rumos que a literatura vem tomando neste início de terceiro milénio.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: